Philipe Cardoso 31 anos, Carioca, Criador do Portal Zoom Digital, mantém desde a época que possuía formato de blog, Podcaster do Zoom Cast. Amante por todo tipo de tecnologia.

Cliente morre nas mãos do Call Center

40 sec read

Pois é…

Quem ler esse título pode pensar, mas o que é isso? Como assim?

Explicando…

Em 2008, um cliente insatisfeito com os serviços prestados pela, até então, Brasil Telecom, no estado do Rio Grande do Sul, sofreu um infarto ao ficar cerca de 45 minutos no telefone, a espera da resposta pelo cancelamento de uma linha.

O cliente já havia entrado em contato diversas vezes com a empresa para solicitar o cancelamento. Inclusive, o mesmo havia sido solicitado ainda em junho do ano e foi cancelado. Porém, em outubro, começaram a chegar novas faturas. Foi quando, o senhor conversou pela última vez com a operadora, antes do óbito.

Após o infarto, o homem ainda permaneceu dois dias no hospital, e logo em seguida, faleceu.

Desde então, a viúva da vítima vem brigando na justiça por uma indenização da empresa, pois, afirma que o fato ocorreu em virtude do estresse causado ao marido.

E por fim, o resultado saiu: a Brasil Telecom (atual Oi) deverá pagar cerca de R$ 20,4 mil reais a senhora.

Casos são casos…

Fonte: Planeta Tech

Philipe Cardoso 31 anos, Carioca, Criador do Portal Zoom Digital, mantém desde a época que possuía formato de blog, Podcaster do Zoom Cast. Amante por todo tipo de tecnologia.

5 Replies to “Cliente morre nas mãos do Call Center”

  1. Ridiculo o valor, essas empresas soh começam a respeitar os "Cliente" que são pessoas, qdo sentem no bolso. Nenhum dinheiro trará o cara de volta, mas esse valor nao faz cocegas nessas teles. Nao eh uma critica a Oi, pois praticamente todas sao assim, acham que o cliente eh um mal necessario

    1. Com certeza!

      Infezlimente grande parte do mercado é assim.
      Tem uma visão de clientes como um "mal", ou mesmo, as pessoas mais ignorantes que podem existir.
      Sendo assim, fazer pouco caso, ou mesmo, "enrolar" o cliente é comum para eles.

      Valeu pelo feedback pessoal!

      Abraços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.