Philipe Cardoso 31 anos, Carioca, Criador do Portal Zoom Digital, mantém desde a época que possuía formato de blog, Podcaster do Zoom Cast. Amante por todo tipo de tecnologia.

Windows XP quase imortal

44 sec read

“Live long and prosper…” ao nosso querido Windows XP!

Parece que estou vendo o Ballmer brindando com um belo copo de fanta uva, no último jantar de executivos da Microsoft, dizendo a frase acima.

Mas, como assim Windows XP quase imortal?

Sim!

Apesar de suas vendas serem finalizadas em outubro desse ano, o “queridão” da Microsoft terá suporte até abril de 2014, na sua versão SP3, já que, pra quem usa a versão SP2, já eras.

É, o suporte para o Windows XP SP2 já acabou…mas, não se assuste, faz pouquinho tempo, diga-se, semana passada. Se você ainda não se atualizou, faça aqui.

Bom, mas de volta a imortalidade do “Windão” a Microsoft afirma que para consumidores de licenças OEM do Windows 7, será possível fazer downgrade para Windows XP ou Vista, até acabar a vida útil do Windows 7, ou seja, 2020.

Isso aí!

Seus filhos vão poder conhecer o Windows XP, ou talvez, até seus netos!

x D

Mas, tem uma pequena dúvida que não me deixa dormir (#nooot): porque poder usar o Windows XP por mais 10 anos legalmente, se o suporte vai só mais 4 anos, hein tio Bill?

Fonte: Infosfera – ClicRBS e Guia do PC

Philipe Cardoso 31 anos, Carioca, Criador do Portal Zoom Digital, mantém desde a época que possuía formato de blog, Podcaster do Zoom Cast. Amante por todo tipo de tecnologia.

7 Replies to “Windows XP quase imortal”

  1. É isso aí eu até me apaixonei pelo WinXP_Pro_SP3, mas resolvi abandoná-lo quando finalmente consegui me dar bem com o Ubuntu que inicie ainda em abril de 2005. Desde então vinha usando os dois e quando cheguei ao SP3 do WinXP com toda sua estabilidade, sem vírus e leve e solto. Isto mesmo consegui me dar bem com o WinXp, mas felizmente viciei no Linux… Mas, nada de xiitismo, aconselho muito usar o WinXP, pois foi, é e será em quanto dure o melhor de todos…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.