Philipe Cardoso Com 33 anos de idade, sou um carioca apaixonado por tecnologia e fotografia. Além de ser o criador do Portal Zoom Digital, que preserva sua essência desde os tempos em que era um blog, também sou um verdadeiro entusiasta e amante de todas as formas de tecnologia. Através do Portal, compartilho minha paixão pela tecnologia e trago as últimas novidades e tendências para os leitores. Também sou fascinado pelo mundo da fotografia, explorando o poder das imagens para capturar momentos únicos e transmitir histórias cativantes.

Javascript para quem somente ouviu falar

1 min read

Esse é meu primeiro post neste blog e espero que seja de bom proveito a quem ler. O artigo é puramente teórico e meu principal objetivo é explicar os conceitos básicos da linguagem Javascript, bem como sua utilização.

Em primeiro lugar, deve-se destacar que Javascript é uma linguagem client-side, ou seja, é executada pelo navegador. Sendo assim, um código Javascript não pode interagir diretamente com uma linguagem server-side (que é executada no servidor, como PHP). Para isso são necessários outros meios (por exemplo, AJAX).

Javascript também é uma linguagem interpretada. Isso significa que ela não é executada diretamente pelo processador, e o código precisa ser executado por um interpretador (geralmente o próprio navegador).

A tipagem (está relacionada aos tipos de variáveis) é fraca e dinâmica. Ter tipagem fraca significa que o tipo da variável pode mudar durante a execução do programa (num momento, determinada variável pode ser um número inteiro, em outro, pode ser um texto). Ter tipagem dinâmica (não interessa muito agora) implica que os tipos de variáveis são tratados em tempo de execução.

Para se inserir códigos Javascript numa página,  utiliza-se a tag script com o atributo type como “text/javascript“. Basicamente, há duas maneiras de se incluir códigos Javascript:

  • Inserindo-os diretamente na tag script;
  • Em arquivos externos, geralmente com a extensão .js (em XHTML, essa extensão é obrigatória).

No primeiro caso, é possível inserir códigos Javascript assim:

No segundo caso, basta criar um arquivo com a extensão .js e utilizar o atributo src da tag script. Exemplo:

Para finalizar, um código Javascript que mostra uma mensagem ao usuário:

Philipe Cardoso Com 33 anos de idade, sou um carioca apaixonado por tecnologia e fotografia. Além de ser o criador do Portal Zoom Digital, que preserva sua essência desde os tempos em que era um blog, também sou um verdadeiro entusiasta e amante de todas as formas de tecnologia. Através do Portal, compartilho minha paixão pela tecnologia e trago as últimas novidades e tendências para os leitores. Também sou fascinado pelo mundo da fotografia, explorando o poder das imagens para capturar momentos únicos e transmitir histórias cativantes.

One Reply to “Javascript para quem somente ouviu falar”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *